[Total: 1    Média: 5/5]
Tempo de Leitura: 2 minutos
banner-evolutto-day-2019-min

Um dos problemas é na hora de diferenciar e definir uma ação de correção e uma ação corretiva.

No processo de implementação de sistemas de gestão e mesmo em empresas já certificadas é muito comum encontrar algumas confusões no tratamento das não conformidades existentes.

Vamos discorrer um pouco mais sobre a diferença entre as terminologias e como presenciamos isto na prática.

Antes de mais nada algumas definições importantes:

  • Não Conformidade: Não atendimento a um requisito.
  • Saídas Não Conformes: Resultado insatisfatório de um processo, que acabou por gerar um produto ou serviço que não atende ao uso ou entrega não pretendidos.

A norma ISO 9001:2015 em seu requisito 8.7 estabelece:

A organização deve assegurar que saídas que não estejam conformes com seus requisitos sejam identificadas e controladas para prevenir seu uso ou entrega não pretendido.

A organização deve tomar ações apropriadas baseadas na natureza da não conformidade e em seus efeitos sobre a conformidade de produtos e serviços.

Isso deve também se aplicar aos produtos e serviços não conformes detectados após a entrega de produtos, durante ou depois da provisão de serviços.

Duas atitudes devem ser tomadas.

Ação de Correção, aja rápido!

Ao identificar uma saída não conforme, por exemplo, a empresa deve tomar uma ação imediata para evitar danos maiores.

Essa ação imediata, que também é conhecida como Ação de Correção ou Ação de Contenção, tem como objetivo resolver o problema na hora.

Os exemplos mais comuns de ação de correção são:

  • reclassificação;
  • retrabalho;
  • reparo.

Essas ações normalmente resolvem momentaneamente a não conformidade detectada, mas não impede que a falha volte a acontecer.

Pois foi tratada apenas o efeito do problema e não a causa.

Para facilitar, podemos fazer uma comparação com a identificação de uma doença.

Ao ficarmos doentes, a primeira ação que fazemos é tomar um remédio para minimizar os sintomas, mas também temos que ir ao médico para investigar as causas desses sintomas e tratar a doença, fazendo com que os sintomas não voltem a incomodar.

Ação Corretiva, tratando a causa!

Com a não conformidade acontece da mesma forma.

Ao fazermos uma ação de correção, estamos tratando o sintoma da não conformidade, mas não sua causa raiz.

A ação tomada então após a identificação da causa raiz é a Ação Corretiva.

Esta tem o objetivo de eliminar a causa de uma não conformidade, evitando a sua repetição.

Então, recapitulando a diferença entre as terminologias é que uma atua na causa da não conformidade e a segunda atua no efeito.

Agora é a hora de revisar as não conformidades detectadas e verificar se existem desvios na classificação.