[Total: 14    Média: 5/5]
Tempo de Leitura: 4 minutos
banner-evolutto-day-2019-min

Você lembra quando decidiu abrir a sua empresa?

Quais eram os sentimentos que estavam te impulsionando neste momento?

Empolgação?

Desejo de realizar algo seu? Misto de medo e coragem?

Quando decidimos empreender temos um sonho.

Pode ser que a motivação tenha sido o desejo pela estabilidade financeira?

Ou seria a realização pessoal de criar algo?

E quem sabe até mesmo a necessidade de tomar as decisões?

E ainda poderia ser a busca por uma vida mais tranquila?

Não importa qual tenha sido a sua motivação.

Mas importa e muito como ela está agora.

O tempo passou, seu sonho se transformou em pesadelo!

A estabilidade financeira, realização pessoal, tomar as decisões, ter uma vida mais tranquila, nada disso se transformou em realidade.

Muito pelo contrário, as dívidas aumentaram!

Os resultados da empresa estão péssimos, tomar as decisões tem sido um tormento e a vida tranquila virou um mergulho no trabalho como nunca antes.

Ser empresário não é nada fácil! Eu sei.

Já criei e fechei diversos negócios por conta dos resultados da empresa serem drásticos.

Já mergulhei profundamente no trabalho em busca de melhores resultados, já tive sonhos transformados em pesadelos.

Mas sabe o que é bom nisso tudo?

Ganhei muita experiência e conhecimento e hoje compartilho com meus clientes todo este aprendizado.

Todo negócio, seja indústria, comércio ou serviço, de qualquer tamanho, possui três grandes pilares: pessoas, estratégias e finanças.

Um não sobrevive sem os outros. O empresário ou gestor deve estar atento a cada um deles.

Se qualquer um desses pilares não estiver bem ajustado, o negócio todo pode sofrer as consequências de resultados ruins ou medíocres.

Mas o que podemos fazer para identificar o que está bloqueando o tão sonhado sucesso no empreendimento criado?

A primeira ação é aplicar um diagnóstico para identificar de forma clara em quais áreas a empresa não está bem.

Assim é possível identificar quais os resultados da empresa estão sendo negativos.

Alguns podem dizer, “mas eu sei o que está ruim” e apontar uma área específica como sendo a culpada pelo resultado da empresa ser insatisfatório.

Eu questiono, será?

Por exemplo, uma empresa pode ver suas vendas despencarem.

E o gestor aponta a equipe do setor comercial como responsável pelo desempenho, dizendo que não estão gerando vendas.

Assim, há troca de vendedores, troca de gerência, maior gasto com marketing, nada traz resultados melhores.

Possibilidades da Queda de Resultados da Empresa

Algumas das possibilidades para este desfecho e que somente um diagnóstico bem aplicado identifica:

  • Inexistência de uma identidade organizacional;
  • Ausência de lideranças;
  • Falta de treinamento da equipe de vendas;
  • Falta de comprometimento dos colaboradores;
  • Ausência de objetivos e metas claros;
  • Não avaliar o desempenho do time ou avaliar inadequadamente;
  • Falta de cooperação dos outros setores da empresa;
  • Comunicação interna ineficiente;
  • Tomada de decisão sem o envolvimento de pessoas de diferentes níveis e processos;
  • Não conhecimento dos concorrentes e suas estratégias;
  • Não conhecimento das necessidades dos clientes;
  • Produtos ou serviços entregues sem qualidade;
  • Valores praticados fora do que o mercado aceita;
  • Ausência de investimento em ferramentas adequadas (CRM, ERP, etc);
  • Desconhecimento dos reais custos e despesas necessários.

São tantas as possibilidades que a gente fica até zonzo não é mesmo?

Cada um desses exemplos envolve pessoas, estratégias e finanças.

Depois de ter o resultado do diagnóstico, é hora de decidir onde é mais importante focar para gerar mudanças.

Afinal queremos melhorar o desempenho da empresa. 

Sabendo por onde começar, é preciso definir as estratégias, quais tarefas deverão ser executadas?

Hora de elaborar um Plano de Ação – o que fazer, como, onde, quem, qual valor, quando.

Isso basta?

Claro que não!

É preciso avaliar se o plano de ação está sendo executado de acordo com o programado.

E principalmente treinar, e treinar, e treinar.

Afinal, colaboradores bem treinados e motivados conseguirão executar de forma mais eficiente e eficaz as estratégias desenvolvidas.

Acha que é muita coisa e precisa de ajuda para dar prosseguimento à transformação de sua empresa e gerar melhores resultados?

Busque auxílio de uma consultoria especializada em gestão estratégica de negócios.

E para auxiliar o início dessa jornada em busca da melhoria de seu empreendimento.

Deixo uma planilha de diagnóstico inicial, basta preencher a ficha.