Tempo de Leitura: 4 minutos

Aqui você encontrará as 6 etapas de uma consultoria empresarial.

Nós humanos e, principalmente, nós empresários sempre estamos à procura de algo surpreendente, mágico, que possa resolver, com pouco gasto e esforço, todos nossos problemas de falta de dinheiro.

Quando o empresário decide buscar ajuda através de uma consultoria especializada, seu desejo de resultados rápidos e baratos ainda continua o mesmo.

Entretanto, as vezes da pior forma, ele descobre que isso não existe.

Na busca do reequilíbrio financeiro da empresa, que envolve a descoberta dos “drenos” (problemas que geram o esvaziamento dos recursos financeiros) e o desenvolvimento de ações solucionadoras, ambos percorrerão um caminho, uma metodologia para obtenção dos resultados esperados.

Acompanhe quais são esses passos e qual o propósito de cada um.

1ª Etapa da Consultoria Empresarial: Análise da Situação Atual

O consultor (agente externo) fará o levantamento, da situação atual da empresa: dos problemas, das limitações comerciais, limitações de logística, situação atual dos estoques e tudo mais que estiver impedindo o sobrevivência e/ou crescimento da operação.

É claro que, parte do levantamento das informações, vem da narrativa dos sócios, os quais, nem sempre tem a percepção exata da situação e dos problemas, na maioria das vezes, sua percepção fica limitada aos sintomas/efeitos causados no caixa da empresa.

É comum assistirmos a situações onde os sócios estão focados na organização do caos, no apagar de incêndios diários, sem a devida atenção a origem real desses sintomas.

2ª Etapa da Consultoria Empresarial: Levantamento dos Dados

É chega a hora de validar, através de dados/informações reais, todo cenário narrado pelos proprietários.

Esta fase consiste em fazer o levantamento de todas as informações financeiras da empresa.

Contas pagar, contas recebidas, valores atuais da folha de pagamento, valores em aberto no passivo (contas atrasadas), valores em aberto no ativo (clientes devedores), vendas históricas, entre outras.

O objetivo é descobrir onde estão os “pontos de dor” que geraram tantos desequilíbrios nas diversas áreas.

Também é vital avaliarmos o nível de conhecimento técnico dos sócios diretores e seus gerentes com assuntos ligados as questões empresariais, principalmente as financeiras.

Conhecimento sobre capital de giro, controles financeiros, acesso a automatização comercial, questões tributárias e etc.

É o conhecimento aliado ao comportamento de execução que gerará a transformação do ambiente de negócios tão desejada pelos donos.

Etapa da Consultoria Empresarial: Análise do Cenário Retrospectivo

O agente externo (consultor de empresas), de posse de todas as informações, fará a análise histórica do fluxo financeiro da empresa, dos resultados na área comercial, do estudo do balanço patrimonial, da realidade de estoque e tudo que for necessário para ele compreender a origem dos atuais problemas.

Essa análise retrospectiva tem como propósito, o entendimento das variáveis históricas que provocaram os diversos sintomas negativos no caixa da empresa e também criar condições básicas para o desenvolvimento das projeções financeiras de receitas e gastos futuros.

É aprender com o passado para planejar o futuro.

ta-faltando-dinheiro-no-caixa-B

Etapa da Consultoria Empresarial: Análise Prospectiva

Nessa fase, o consultor irá propor um conjunto de ações com vistas a “tapar os buracos (drenos) ” descobertos nas fases anteriores, que serão executadas na fase seguinte.

Além disso, fará também, a projeção do fluxo de caixa futuro levando-se em consideração a execução das ações propostas (análise prospectiva) e os diversos resultados efetivos no caixa mês a mês.

Etapa da Consultoria Empresarial: Plano de Ação

Na fase anterior – análise prospectiva – tudo foi planejado e os resultados estimados, mas na verdade nada mudou, pois no papel tudo é possível e exequível.

Agora, é chegada a hora de “arregaçar as mangas” e colocar tudo que foi proposto e aprovado em prática.

Para termos a certeza que “estamos no caminho planejado”, semanalmente será feito o acompanhamento entre o que foi orçado e o que está sendo realizado (orçado x realizado), e caso seja necessário, correções de rotas deverão ser feitas.

Etapa da Consultoria Empresarial: Controle e Acompanhamento

É muito comum ver empresas que, após a intervenção da consultoria, recaem nos mesmo problemas anteriores.

Dessa forma, essa última etapa, tem como propósito, estabelecer uma central de controle onde, através de indicadores de desempenho/resultado, o empresário tenha a possibilidade de monitorar os diversos indicadores e, quando necessário, possa agir na busca da correção dos problemas, sem que seja por demais demorado e caro.

ta-faltando-dinheiro-no-caixa-C