Tempo de Leitura: 6 minutos

Nas próximas linhas te ensinarei como fazer uma gestão de estoque eficiente.

É normal encontramos empresas que tem estoque em excesso.

Se você é daquelas pessoas que tem controle total do seu estoque, está dispensado desta leitura.

O estoque é um dos principais vilões de capital parado.

Imagino que você tenha criado a sua empresa para gerar lucros, riquezas e ainda dar oportunidades para outras pessoas, melhorar a vida de alguém ou almeja ter uma estabilidade financeira no futuro, ou outro motivo que é particular seu.

Pensando dessa forma se você continuou lendo, vou pressupor que você tenha curiosidade de saber como melhorar e/ou implementar a gestão do seu estoque.

Você já parou pra pensar na diferença entre ter uma gestão eficiente sem ser muito perfeccionista?

Se você não tem nenhuma gestão do seu estoque, é melhor que comece com pequenos indicadores, comece alimentando planilhas simples e que possa te apoiar de forma efetiva.

Fazer a gestão do estoque parece ser muito simples, mas não se deixe enganar.

Tem muita informação nas entrelinhas que pode fazer com que você caia em ciladas armadas pelos seus fornecedores e em alguns casos também pelos seus vendedores.

Veja um exemplo em que é comum nas empresas hoje: campanhas de venda do seu fornecedor que oferecem prazos longos e descontos agressivos.

Cuidado!

Você pode cair em uma destas armadilhas e estocar além do seu giro.

Outro exemplo é aquela equipe de vendas que olha para o seu estoque, sua lista de preço e procura o que não tem, pede pra você comprar, por que ouviu o cliente tal falar que precisava.

Você chega a ouvir da sua equipe que não consegue vender por que não tem o produto tal, da marca tal, da embalagem tal etc.

planilha-gestao-do-estoque-facilitada

Cuidado!

Analise com calma e não caia na cilada de comprar tudo que sua equipe comercial quer sem ao menos argumentar, sobre o real giro do produto.

Faça um controle rigoroso da evolução do valor total do seu estoque.

Compare o seu estoque com o valor das vendas.

Concentre em conhecer minuciosamente o giro dos produtos que comercializa e evite o perfeccionismo de comprar estritamente o necessário, estamos em um país em que várias regiões encontram dificuldade de recebimento das mercadorias, mas trabalhe para evitar os excessos.

Conheça o seu real giro de estoque.

Se o produto tem grande giro fuja do risco de faltar;

Conheça quais produtos tem maior demanda de espaço físico e baixo valor agregado.

Produtos com grande demanda de espaço e baixo valor agregado, pode fazer com que você alugue um novo ponto, trazendo novos custos tanto operacionais quanto de locação e as margens sejam insuficientes para cobrir estes custos adicionais.

Os produtos têm maior valor agregado podem consumir todo o seu capital de giro e se eles têm baixo giro e baixa margem de contribuição, eles podem dificultar e/ou comprometer a movimentação de produtos de alto giro que tenham margens melhores.

Cuidado com as condições de pagamento agressivas que o seu fornecedor oferece.

Ouço com certa frequência de alguns clientes, que estocaram uma grande quantidade de produto porque tiveram, ou um desconto muito agressivo ou um prazo muito além do que o mercado pratica.

Mas o que tem de errado em comprar mercadoria com prazo longo e com descontos agressivos?

Imagine que o seu cliente compra o produto com prazo médio de 30 dias e quando você realizou a compra você conseguiu do seu fornecedor um prazo de 150 dias, comprou um volume muito acima do seu giro mensal e a cada dia está mais próximo do dia de realizar o pagamento.

planilha-gestao-do-estoque-facilitada

É que em alguns casos o empresário esquece daquele produto lá no estoque.

Só vai lembrar de cobrar vendas efetivas quando está próximo de fazer o pagamento ao fornecedor, e aí você perdeu toda a vantagem que tinha de ter comprado no prazo.

Saiba também que a aparência do produto pode piorar se ficar por muito tempo no seu estoque.

Ele pode vencer.

Você pode ter custos adicionais organizando espaço para caber produtos de maior giro.

Sem falar que se esse produto precisa de algum armazenamento especial como câmara fria, local livre de poeira, precisa estar livre de umidade etc. você pode ainda ter novos custos com a armazenagem.

Outro ponto importante de ser ressaltado é que você com estoque alto assume sozinho o risco de oscilação do preço, o que pode em alguns casos ser muito bom, mas não deixe de levar esse fator em consideração.

Se o produto for uma comodity e o preço cair, você pode ter também um grande prejuízo com a decisão de estocagem.

Aí vem a situação em que você, ou precisa dar muito desconto para vender o estoque e pagar o fornecedor, ou você vai se apegar de amores no estoque que comprou naquela condição especial, e vai no banco buscar capital de giro para honrar com o fornecedor.

Afinal você não quer, nem devolver mercadoria e muito menos negociar com o fornecedor um novo prazo de pagamento por não ter conseguido vender.

Sem perceber você começou um ciclo vicioso em que soluções fáceis começam a pipocar na sua cabeça.

E se eu vender tal bem, e se eu financiar tal bem, e se eu for no banco e buscar capital de giro, e se eu der um desconto agressivo para vendas à vista, (essa última opção pode ser boa, se você conseguir pagar todo o custo operacional e ainda gerar lucro), e se eu trouxer dinheiro de outros negócios etc.

Vou te confessar uma coisa, nós somos mestres em encontrar soluções mágicas em nosso dia a dia.

E as soluções mágicas é que nos colocam no ciclo vicioso de apagar incêndio, em que nos vemos matando um ou mais leão por dia.

Convido você a identificar o motivo pelo qual criou uma empresa.

Vou falar aqui do motivo pelo qual eu criei a minha.

Eu sou prestador de serviços, quero ajudar cada vez mais empresas a saírem do vermelho, tenho o sonho de contribuir com o maior número de empresas possível, dessa forma quero que ela se perpetue enquanto eu existir, e por que não as pessoas com quem convivo poderem dar continuidade a esse sonho.

Assim vou trabalhar arduamente para tomar cada dia melhores decisões, pois sei que se eu for incapaz de gerenciar minha empresa o meu sonho pode não durar muito tempo.

planilha-gestao-do-estoque-facilitada

Se você tem uma empresa que comercializa produtos, imagine que a sua ineficiência na gestão do estoque pode comprometer o motivo que você relatou logo acima.

Consegue entender a sua responsabilidade com a gestão do estoque?

Faz sentido pra você tudo que leu aqui?

Saiba que eu poderia escrever aqui muitos outros insights sobre a gestão do estoque, mesmo citando exemplos.

Mas se já toquei o seu coração e acha que este texto fez sentido pra você, baixe aqui uma planilha que pode ajudar você na gestão do estoque da sua empresa.

Ah, e você pode olhar pra planilha de gestão do estoque e pensar o seguinte.

Nossa!

Dá muito trabalho gerenciar os 9 ou 10 mil itens que tenho em meu portfólio.

Se você tem essa quantidade de itens o seu esforço realmente vai ser maior, mas você ainda pode pensar em automatizar toda a sua gestão do estoque, (se é que ela ainda não é automatizada).

E se você tem uma grande quantidade de itens, você vai precisar de uma ferramenta robusta.

Pois, acredite, com um grande volume de itens você vai precisar ser muito mais eficiente na gestão do estoque da sua empresa.

Por conta que pode ter pequenas quantidades de vários produtos baratos e sem giro que podem estar consumindo o seu capital de giro.