Tempo de Leitura: 5 minutos

Como está seu dia hoje? Acordou preocupado ou com alguns problemas?

  1. Pagar os fornecedores?
  2. Pagar empréstimos?
  3. Entregar o que vendeu?
  4. Conseguir um empréstimo?
  5. Vender mais?
  6. Receber o que está atrasado?
  7. Aumentar a participação nos clientes?
  8. Antecipar os recebíveis?
  9. Estoque acabando?
  10. Aumentar limite de crédito junto aos fornecedores?

Enfim, suas preocupações podem ser as mais diversas e algumas posso nem ter listado. E como é difícil manter o foco.

Fato é que a maioria dos empresários brasileiros tem dificuldade de concentrar energias na solução de um único problema por vez, normalmente a causa do problema é desconhecida e ficam gerenciando rotineiramente o problema.

Todas estas preocupações irão mais cedo ou mais tarde impactar no Fluxo de Caixa da empresa.

A empresa sente o peso, o gestor começa a focar nos problemas e aí vemos aquela frase corriqueira, “estou mantando um leão por dia”.

Mas, pense comigo, se eu tenho um leão pra matar todo dia, o que está alimentando essa “selva”.

Refletir sobre a real causa do problema é uma das tarefas de todo gestor.

Sendo assim vamos conhecer um pouco sobre as causas de cada problema que a empresa tem enfrentado.

Vou citar exemplos do que pode causar os problemas apresentados no início do texto.

contas-a-pagar-evolui

Gestão contas a pagar – Fornecedores

Se está faltando recursos para pagar os fornecedores em dia pode ser um sinal de que você está estocando de mais, é importante checar a gestão do seu estoque.

Outro ponto que pode estar influenciando é seu prazo médio de pagamento estar menor que o seu prazo médio de recebimento.

São causas comuns nas empresas em que uma eficiente gestão das compras, gestão de contas a receber podem trazer grandes benefícios para o Fluxo de Caixa.

A ação então nesse item é tentar negociar prazos maiores com o fornecedor e prazo menor com os clientes.

Difícil! É um fato! Comprar melhor é sempre um desafio.

Como então executar na prática?

Imagine que você tenha uma diversidade grande de fornecedores, por atender um grande público, vários perfis de clientes e essa abertura de vários clientes faz com que você tenha uma grande diversidade de produtos no seu estoque.

Reduzir a lista de produtos pode ser uma saída.

Como fazer isso então?

E se você fizer um estudo detalhado dos principais produtos que você vende, o quanto eles consomem do seu capital de giro.

E se você focar somente em produtos de maior giro e deixar de lado por um período os de menor giro, será que os clientes somem?

Como fica a sua empresa?

Como fica o seu cliente?

Como fica o seu caixa?

Pensar formas de reduzir a demanda de estoque alto é uma tarefa muito difícil e desafiadora, dá aquele frio na barriga e parece que vai faltar mercadoria, dá aquela sensação de loja vazia, se você tem o costume de trabalhar com grande variedade de produtos em prateleiras à vista do cliente.

Bom, mas é importante que você faça uma análise de quanto demanda de capital de giro ter as prateleiras sempre cheias.

planilha-gestao-do-estoque-facilitada

Gestão vendas

Já que falamos bastante sobre a gestão do estoque é hora de falarmos um pouco sobre a gestão das vendas.

Imagino que você conheça claramente o número das suas vendas, acompanha a sua evolução e busca entender como esse número se comporta ao longo do tempo, conhece a fundo o seu mercado e a sazonalidade.

Mas você conhecer a fundo o perfil de compra do seu cliente?

O ticket médio de cada cliente?

Quais clientes deixam mais dinheiro na empresa?

E se olharmos um pouco para os fornecedores, para os produtos, para as regiões de atuação como fica o desempenho destes indicadores?

Tem aumentado o número de clientes ou diminuído, tem aumentado a região de atuação ou diminuído?

Nossa!

É de dar medo quando começarmos a listar o que precisa ser gerenciado para manter uma empresa funcionando perfeitamente.

Agora imagine que você é um malabarista.

É, isso mesmo!

Considero os empresários com malabaristas.

É um desafio e tanto…

Escolher o melhor mix de produto com base na rentabilidade, com base na demanda do cliente, participação de mercado;

Definir o estoque mínimo então?

Como pode ser complicado e desafiador quando o fornecedor está distante.

evolui-conciliacao-financeira

E se falarmos de condições comerciais, o cliente quer comprar no maior prazo possível, o fornecedor quer vender no menor prazo possível.

Bom, os desafios parecem infinitos.

E olha que nem falamos ainda de controle de despesas, gestão de pessoas, gestão de tributos, gestão de ativos e decisões de investimento e desinvestimento.

Bom, nós sabemos o quão difícil é gerir uma empresa e chega momentos em que nos deparamos em um verdadeiro dilema, e precisamos tomar decisões que podem impactar no fluxo de caixa, afinal costumo dizer que tudo termina no caixa da empresa, tudo que é feito de correto ou de errado o caixa vai mostrar.

Por esse motivo é importante que você saiba como escolher quais os problemas tem prioridade de solução para que você saia de uma vez da condição de apagar incêndio.

Tem dificuldades de gerenciar tanta informação e controle?

Tem dificuldade de definir indicadores precisos para cada um dos problemas apresentados?

Tem dificuldade de confiar nos números devido a falta de processos e/ou engajamento da equipe?

Conte pra gente o que você tem resolvido de problemas hoje.

Forte abraço e até o nosso próximo contato.

evolui-balanco-patrimonial